3.8.12

Secret Destination - 1º Capitulo







Seu Nome On
Mais uma vez estou eu aqui no carro da minha mãe me mudando, é sempre assim, desde que eu tenho 7 anos, e hoje tenho 17,é eu me mudo faz 10 anos, minha mãe diz que é por causa do trabalho, mais sei lá, ultimamente eu ando me cansando de me mudar assim, despedidas e mais despedidas, eu não tenho muitos amigos por esse motivo, prefiro fazer uma amizade e só, namorados? O que é isso piada? Eu tive um namorado com 15 anos, mais foi sei lá por um mês, depois disso estou eu aqui solteira.

Sm: (seu nome) querida chegamos - minha mãe disse me tirando dos meus dolorosos pensamentos

Sai do carro e vi a casa, não era la muito grande, já tivemos casas maiores, bom estamos numa cidade pequena, Stratford no Canadá, minha mãe disse pra mim que é a ultima vez que nos mudamos, porque é uma cidade pequena e o chefe dela quer que ela fique aqui e bla bla. Sabe minha mãe é cardiologista, e trabalha pra um medico de Los Angeles ele é bem exigente, bom acho que dessa vez é pra ficar. Entrei na casa era bem maior por dentro, tinha uma sala confortável, uma cozinha não muito grande e uma sala de jantar também, três quartos, bom só pra nós duas esta ótimo.

Você deve estar se perguntando sobre meu pai, bom meu pai morreu um pouco depois que eu nasci, não me lembro dele, minha mãe tem umas fotos com ele e tudo, ele era bem bonito, às vezes eu sinto ele perto de mim, é macabro eu sei, mais eu sinto, minha mãe não costuma falar dele ou da morte dele, ela me falou só uma vez que ele sofreu um acidente e morreu, eu sempre desconfiei mais não fico enchendo minha mãe com essas coisas, é duro pra mim que nem o conheci, quanto mais pra ela.

Fui ver meu quarto, ele tinha uma sacada enorme que dava pros fundos da casa, gostei, um lugar onde eu possa sentar com ar fresco, como a cidade é bem pequena não é muito movimentada.

Sm: (seu nome) pode vir aqui em baixo um minuto - ouvi minha mãe me chamar lá em baixo

Desci e procurei ela pela casa, ela estava na cozinha como sempre:

Vc: pode falar mãe - disse chegando perto dela

Sm: bom, filha tenho uma emergência no hospital, eu sei que nosso primeiro dia na cidade, mais vou chegar tarde, no final de semana saímos pra conhecer melhor a cidade- ela disse indo pra sala colocando o jaleco, e pegando a bola, e as chaves- bom arrume suas roupas no sal quarto e não vai dormir tarde amanha você acorda cedo pra ir pra escola ok?- ela disse parando na minha frente

Vc: ok mãe - disse com voz de tédio

Sm: bom filha agora eu tenho que ir- ela se aproximou e me deu um beijo na testa- tchau e se cuida

Vc: pode deixa mãe – disse ainda com tédio

Sm: eu te amo

Vc: eu também te amo mãe – eu disse

Depois disso ela foi direto pra porta e saiu. Bom la estava eu sozinha em casa, era raro isso acontecer, minha mãe sempre falava pra eu chamar uma amiga e nunca ficar sozinha, mais acho que ela esta mais confiante ultimamente.

Eu logo subi pro meu quarto e comecei a arrumar minhas coisas. Depois de terminar eu decidi ir tomar banho, mais do nada escuto um barulho na sacada, eu fiquei assustada, peguei o abajur que estava no cria do mudo e fui ate la, abri a porta bem devagar, e olhei pra todos os lados e não tinha nada lá, estranho tenho certeza que ouvi alguém pulando ou algo do tipo aqui, eu fui a te a beira da sacada, e olhei pra baixo, ninguém apenas o jardim calmo da nova casa, de repente começo a ouvir a musica My Dilemma da Selena no meu quarto e levo um susto, era só meu celular tocando, fui ate o quarto colocando o abajur no lugar e pegando o celular de cima da cama, olhei o visor era minha mãe como sempre:

Vc: alo?

Sm: oi filha, só liguei pra lembrar que você tem que ir dormir agora, amanhã tem escola mocinha - ela disse autoritária

Vc: eu já estava indo tomar banho e fazer exatamente isso – disse rindo do tom dela

Sm: ok é bom mesmo, vou chegar bem no horário de você acordar.

Vc: ok mãe beijos bom trabalho

SM: Ta bom, beijos filha te cuida, te amo.

Vc: pode deixar também te amo mãe

Desliguei o celular e fui direto pro banheiro, tomei um banho rápido e coloquei meu pijama, eu deitei na cama me ajeitei, assim que deitei senti como se alguém tivesse me observando sei lá levantei um pouco, e um vendo forte e frio passou pelas cortinas do meu quarto, me levantei correndo e fechei as portas da sacada, e deitei na cama e me cobri totalmente, ainda estava frio, fui fechando meus olhos, e logo cai no sono profundo.

Acordei com a minha mãe me chamando.

SM (seu apelido) - eu escutei uma voz me chamando bem longe - (seu apelido), (seu nome) vamos logo acorde filha, ta na hora de ir pra escola.

Vc: ham mãe eu to com sono.

Vc: bom, dona moça levanta que daqui 40 minutos você tem escola

Eu levantei rápido tomei um banho fiz minha higiene matinal coloquei uma roupa, e desci pra tomar café, bom minha mãe decidiu me levar pra escola, eu insisti pra que ela ficasse e descansasse, mais não ela insistiu, disse que eu não conhecia a cidade ainda e aquelas preocupações de mãe.

Assim que chegamos me despedi da minha mãe desci do carro e entrei, Stratford High School, maravilha, era uma escola normal, com aquela coisa de populares e tudo, bom o que eu mais queria era ficar o mais invisível possível, porque eu sei que daqui um ano agente se muda de novo, não tem jeito. Fui direto pra coordenação:

Vc: com licença eu vim pegar meu horário sou nova na escola - disse tentando ser simpática

Mulher: a sim, como é o seu nome mocinha? – disse uma mulher não muito velha

Vc: (seu nome) Gilbert.

Mulher: e sente um segundo que já vou lhe dar seu horário - Eu apenas assenti e me sentei

Eu escutei a porta sendo aberta, e um garoto dos cabelos castanhos dourados, e olhos cor de mel, com um perfume amadeirado forte entrou na sala, assim que ele entrou já consegui sentir seu cheiro, seu perfume era forte, ele foi ate a coordenação e falou com a mesma mulher, ele tinha uma voz rouca, uma pela bem branca, eu não sei mais sinto que conheço esse garoto de algum lugar.

Ele falou algo com a mulher que eu não escutei direito, ele ficou parado encostado de uma maneira descontraída no balcão. 

Mulher: Senhorita Gilbert seu horário - disse a secretaria me tirando dos meus devaneios

Eu me levantei, e fui ate ela pegar o meu horário. Os olhos do garoto me acompanharam, e não era mais cor de mel, agora os olhos dele estavam escuros, ele me olhava fixamente, eu já estava ficando assustada.

Mulher: bom sua primeira aula é de física - eu assenti pra ela e sai da sala.

Logo depois o garoto saiu da sala bufando e pisando duro,  nossa que grosso pensei comigo mesma.

Eu não demorei muito pra chegar ate a sala, cheguei e entreguei os papeis pro professor, era um professor auto e loiro confesso que ele era bem bonito, assim que entrei notei que sentado no fundo da sala, tinha um garoto branco, com cabelos negros, e olhos azuis que chegavam a brilhar, logo ele notou meu olhar e me olhou, seus olhos ficaram negros, assim como o do garoto da secretaria,  mais o que será isso? Me perguntei confusa, eu sentei umas duas fileiras depois dele, e continuei o olhando, ele deus um sorriso sarcástico, quem vou confessar me assustou bastante.

XxXx: Olá eu sou Melissa - eu escutei uma voz aguda atrás de minha atenção do garoto, era uma garota loira com olhos escuros, ela tinha cabelos compridos e era bem simpática

Vc: ãn, ah o-oi, meu nome é (seu nome) - disse sendo simpática

Melissa: to vendo que você já esta de olho nos garotos da classe - ela disse me zuando – é, pois é o Damon é bem bonito, mais pode tirar o cavalinho da chuva.

Vc: –por quê? Ele tem namorada?- perguntei curiosa

Melissa: não, Damon Salvatore? Com namorada? - ela disse rindo um pouco alto demais.

Vc: shhh o professor vai chamar nossa atenção- disse chamando a atenção dela- então ele é.. é -é... Gay? – perguntei, falando a ultima palavra num sussurro!

Melissa: não ta maluca menina! Ele não é gay, ele é bem pegador, querida - ela disse estralando os dedos- é que é meio difícil ele e o grupinho dele ficarem com alguma novata.

Ah entendi agora, ele era do grupo de ‘’pegadores’’ da escola, que ridículo, mais eu ainda tenho a sensação que eu o conheço de algum lugar.

As primeiras aulas foram torturantes confesso, passaram lentamente, ultimamente anda sendo assim o tempo, lento. Assim quem o sinal tocou eu peguei minhas coisas e ia indo em direção ao meu armário ate que sinto alguém me puxando pelo braço:

Melissa: hei espera - era Melissa, acho que essa garota é maluca - que passar o intervalo comigo? Posso te apresentar pro resto do pessoal e te mostrar a escola - ela disse super animada

Vc: ah sim tudo bem, eu vou só guardar as coisas no armário.

Melissa: ok, eu espero você do lado do banheiro feminino.

Eu apenas assenti e continuei andando. Eu ainda estava um pouco confusa com o horário novo, eu ficava olhando aquele papel,  pra que tanta matéria pensei comigo mesma, ate que bati eu algo duro, e só senti que ia cair no chão, mais alguma coisa me segurou, ou melhor, alguém, eu olhei pra cima era o garoto da secretaria, eu olhei diretamente em seus olhos, eram um mel sereno e calmo, era hipnotizante, como se me fizesse querer ficar ali olhando sempre, suas mãos eram gélidas demais fez com que eu me arrepiasse com o frio de seu corpo.

XxXx: olha por onde anda, garota- ele disse um pouco ignorante, e se baixando pra pegar meus livros.

Vc: ãn, ah me -me desculpa eu não vi você – disse me abaixando e o ajudando a pegar os livros, e mais uma vez sua mão gelada se encontrou com a minha.

XxXx: é eu percebi- ele disse se levantando, me fazendo levantar logo em seguida.

Ele jogou os livros nos meu braço, e saiu, mais que menino insolente e ignorante nunca vi igual, ele é bem bonito, mais é bem grosso, acho que vou procurar ficar longe dele, ele me da medo. Eu fui ate o armário, guardei minhas coisas, e corri pra encontrar Melissa.

Cheguei ate o lugar marcado ela estava encostada na parede.

Vc: ah hei Melissa - disse acenando, ela logo correu ao meu encontro.

Melissa: ah, você demorou, o que aconteceu? Você se perdeu?

Vc: não, hm vamos se dizer que eu sofri um acidente - disse rindo.

Melissa: mais que acidente menina? - ela disse um pouco preocupada.

Vc: não vou nada demais, só esbarrei em alguém – disse seguindo ela, em direção ao refeitório.

Melissa: bom já que foi isso – ela disse abrindo uma porta grande - bem vinda a o refeitório – ela disse sorridente, maluca.

O refeitório era bem grande e movimentado, todos sentados em suas respectivas mesas, eu dei uma olha em volta, e logo meus olhos se encontraram sem querer com os dele, eu olhei e uma corrente gelada correu pelo meu corpo, um calafrio, eu fiquei ali parada olhando pra ele, ele esta sentado em cima da mesa, conversando com um garoto moreno, que esta sentado numa cadeira abraçado com uma garota dos cabelos loiros e compridos, ele também estava parado e me olhando, estranho, eu sei que conheço ele de algum lugar.

Melissa: ei, aloooo, (seeeu apeeliiidooo) – vi a Melissa dançando na minha frente, abanado as mãos, me acordando novamente - você não vai comer?

Vc: hm, vou sim – disse sorrindo sem graça, e voltando a olhar o mesmo lugar enquanto Melissa me arrastava, ele não estava mais lá, estranho, eu olhei a 5 segundos e ele esta ali sentado. menina de cabelos loiros

Nós pegamos a comida, e fomos nos sentar em uma mesa, onde tinha um pessoal bem animado, eram exatamente 5 pessoas contando com a Melissa. Tinha um garoto de cabelos loiros sentando no canto com uma garota dos cabelos bem negros, e outro garoto loiro com um moicano, não muito alto, e outro moreno, dos cabelos pretos.

Melissa: bom vamos começar as apresentações - disse bem animada - aquele ali do canto é o Matthew, e do lado dele Lucy sua namorada, e aqueles dói idiotas do meios - ela disse apontando e fazendo cara de nojo - são o idiota do meu irmão o Ethan, e o amiguinho dele Peter

Ethan: oi gata - disse beijando minha mão

Peter: ola princesa - disse beijando minha outra mão

Vc: ola - disse rindo um pouco sem graça

Melissa: idiotas ela não é por bico de vocês - disse irritada se sentando

Vc: que isso Mel são encantadores – disse rindo e entrando na brincadeira

Peter: ta vendo Melissa, você que não aprecia o lado bonito da vida - disse fazendo pose, e arrancando mais risadas minhas.

Melissa: cala boca idiota – ela disse tacando um tomate nele

Vc: vocês são hilários – disse recuperando o fôlego

Meu sorriso logo sumiu assim que eu vi aquele garoto, passando atrás do Peter, eu me assustei um pouco, e apertei a mão da Melissa com força, e continuei o olhando, ele me olhava com raiva, e eu não sabia o motivo, fez uma cara de poucos amigos e saiu, acompanhado com um Garoto moreno e a  menina de cabelos loiros

Melissa: To vendo que já notou os gatos da escola – ela disse me observando – O loiro com olhos castanhos é o Justin, o moreno é o Tyler que é namorado da menina loira a Caroline.

Vc: Eles são irmãos??

Melissa: O Justin Bieber e o Tyler sim, mas a Caroline vive com eles mas não são irmãos.

 Vc: Justin Bieber – sussurrei para mim mesma.

Assim que o sinal tocou, eu me levantei e fui ate a próxima aula, que era biologia, eu falei que não gosto muito de biologia? Pois é, eu odeio essa historia de fazer coisas em dupla, eu prefiro fazer sozinha, e estou torcendo para que não esteja ninguém sobrando na classe, como eu sou a ‘’novata’’ não ligo em ficar sem dupla por hoje, ou quer dizer pelo resto do semestre, do ano, não vou me importar.

Eu cheguei e entrei na sala entrei o papel pro professor, e olhei pra sala de relance e vi que todos já tinham seus pares, respirei alivia e me sentei na mesa vaga, do outro lado da sala esta o Tyler que olhava pra mim um pouco frustrado, eu não entendi porque, esses caras me odeiam mesmo pensei balançando a cabeça, um tanto decepcionada, a qual é vai, eles são lindos, ter atenção de um deles ate que ia ser legal, ri sozinha com minhas besteiras, ate que escutei alguém batendo forte na porta.

Professor: senhor Bieber o senhor esta atrasado novamente – disse pro tal Justin Bieber um tanto irritado

Justin: hm, ta posso entrar – ele disse um pouco mais irritado, e mal educado.

Professor: bem educado o senhor não- o professor disse, e vi o Bieber revirar os olhos- mais mesmo assim pode entrar e se sentar ali ao lado da senhorita Gilbert, ela é nova, então comportesse - o professor disse apontando pra mim.

Eu gelei na hora, a não, por favor, pode ser qualquer um menos ele, não ia adiantar muita coisa se eu falasse alguma coisa, esse garoto é estranho, vai saber o que ele pode fazer comigo. Eu vi ele olhando pro Tyler e depois ele assentiu, eu fiquei confusa, eles se comunicam por olhares? Que isso? Se o Tyler não tivesse namorada eu poderia desconfiar dele.

Assim que notei o Bieber se aproximando abaixei a cabeça, e não olhei pra ele, fingi estar prestando atenção no livro de biologia, eu só escutei o barulho da cadeira arrastando, olhei pelo canto do olho ele já estava sentado, ele tinha um jeito despojado, e um perfume maravilhoso, ele usava uma calça jeans um pouco escura e desfiada, confesso que a calça era um pouco caída demais, uma jaqueta de couro preta, e uma camiseta de gola V azul marinho, fui levantando meus olhos, seus cabelos bagunçados o deixavam mais bonito e sexy.

Eu fiquei totalmente paralisada olhando pra ele, ate escutar sua risada abafada, e o professor entregar um fígado pra nós dois.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

15 Comentários 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hey \õ/ IB Com vampiros \õ/ Xô explicar antes que falem que eu plagiei ou sei lá ... Essa IB foi criada pela JULIE eu amo todas as IBs dela, são perfeitas. Essa é minha preferida, e eu vou          compartilhar aqui pra vocês *-* Comentem ok? Beeijiinhoos <3                                                  


XOXO DUDA!

15 comentários: